Uma mulher britânica de 29 anos passou dois meses e meio em uma cama inclinada para diminuir os riscos de perder o bebê que estava esperando. Donna Kelly havia passado por dois abortos naturais, após o nascimento de seu primeiro filho, quando os médicos avisaram que sua quarta gestação também estava sob risco.

Segundo reportagem do jornal Daily Mail, um problema no útero de Kelly fazia com que o bebê ficasse muito “para baixo”. A cama inclinada foi a saída para que a gravidade ajudasse a evitar o parto antes da hora.
Ela ficou na cama o tempo todo, saindo apenas para usar o banheiro.
Sua filha, Amelia, nasceu saudável.

Donna Kelly aguarda nascimento da filha  (Foto: Reprodução/Daily Mail)Donna Kelly aguarda nascimento da filha (Foto: Reprodução/Daily Mail)