A indefinição sobre quanto os organizadores do SWU 2011 devem pagar como remuneração ao Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) poderia acabar com a versão atual do evento.

De acordo com reportagem da Folha.com, o festival deve R$ 1.037.860,16 milhão, relativo a uma parcela do que deveria ser pago pela edição do SWU 2010. O valor representa 70% do total e se refere aos direitos autorais das músicas apresentadas na ocasião.

O Ecad cobra, em nome dos autores, 10% da renda bruta conseguida com venda de ingressos. No ano passado o SWU não concordou e conseguiu baixar a taxa para 9,2%.

Depois de ter acertado as coisas, a organização pagou a garantia mínima: 30% do total cobrado antes da realização do evento. Só que parou aí e o Ecad resolveu acionar a Justiça para conseguir os outros 70%.

Leia mais no AdNews