Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
Um homem que estava internado na UTI após ter 55% do corpo queimado morreu na última sexta-feira (5), em Goiânia. De acordo com a Polícia Militar (PM), a esposa dele, de 34 anos, foi presa suspeita de ter ateado fogo enquanto ele dormia, na noite da última quarta-feira (2), no Residencial Itapuã. Ele não resistiu às queimaduras de 1º e 2º graus. Segundo a polícia, ela usou um remédio caseiro, à base de álcool e arnica para atear fogo no marido. “Ele estava bastante queimado, parte das costas, o peito, orelha e os braços”, contou o sargento Rodrigo Luiz de Araújo.

Fonte:  G1