Uma médica foi demitida do Hospital Universitário de Taubaté, no interior de São Paulo, suspeita de entrar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com um cachorro. Segundo a diretora técnica do hospital, Maria Auxiliadora Prolungatti César, testemunhas disseram à direção do hospital que a médica entrou no quarto reservado para repouso dos médicos, dentro da área da UTI, com uma casinha de cachorro com um filhote dentro. O caso aconteceu na noite de quinta-feira ( 13) e a médica foi demitida na manhã de sexta (14).

Leia mais no G1