As buscas ao avião militar chileno que caiu no mar na sexta-feira (2) no arquipélago Juan Fernández, no Pacífico, indicam que os 21 passageiros a bordo da aeronave morreram de forma imediata, confirmou neste sábado (3) o ministro da Defesa, Andrés Allamand.

“Após as buscas que participamos com o comandante-em-chefe da Força Aérea [Jorge Rojas], concluímos que o impacto foi de tal magnitude que deve ter causado a morte instantânea de todas as pessoas a bordo do avião”, disse Allamand, que esteve durante todo o dia na área do acidente.

Até o momento, só foi possível resgatar quatro corpos, levados a Santiago, onde foram identificados como Erwin Núñez, cabo da Força Aérea, Galia Díaz, funcionária do Conselho Nacional de Cultura, Roberto Bruce, jornalista do canal TVN, e Silvia Slager, produtora da TVN.

Fonte: G1