O presidente do México, Felipe Calderón, decretou três dias de luto nacional pelo ataque ao cassino Royale, que matou 56 pessoas na cidade de Monterrey.

Calderón qualificou os autores do ataque de “homicidas incendiários e verdadeiros terroristas”. Segundo a polícia local, há indícios de que o atentado possa ter autoria do cartel Los Zetas.

Foto:  Ronaldo Schemidt/26.08.2011/AFP

Fonte: R7.com