A Anatel Agência Nacional de Telecomunicações, atendeu a uma orientação de Dilma Rousseff, nesta quinta-feira para consulta pública sobre o melhoramento e ampliação da oferta de internet banda larga no Brasil. Com as novas regras, provedores de banda larga com mais de 50 mil clientes terão que entregar no mínimo 60% da velocidade contratada pelo cliente, no período de 1 ano.

No ano seguinte esse mínimo sobe para 70% e no terceiro ano de contrato a velocidade entrega tem que ser de  80% no mínimo.
Espero que com essas mudanças novas empresas possam melhorar seus serviços, e que os preços possam ser cada vez mais acessíveis.