No ano seguinte, em 1982, Silvio Santos, decide então, criar uma atração noturna para os sábados do SBT. Para tal, solicitaria que Nelly Raymond, importante diretora da época, desenvolvesse um programa que unisse entretenimento, musicais e jogos. Poucos meses depois, nascia o chamado “Viva a Noite”.

Viva a Noite
Apagar as luzes

Dirigido por Homero Salles, o programa era apresentado todo sábado, a partir das 21h30. Entre os quadros de sucesso estavam: “Sonho Maluco”, “Rambo Brasileiro” e “A Dança dos Passarinhos”. No auge do sucesso, a atração conquistaria a liderança, superando os concorrentes “Perdidos na Noite”, da Rede Bandeirantes” e “Supercine”, da Rede Globo. Ainda sobre o Viva Noite, o programa teve papel decisivo na popularização do grupo Menudo no Brasil.

Mudança para a Rede Globo

page

Com o sucesso conquistado a frente do Viva a Noite, o apresentador, nos meses seguintes, receberia uma proposta da rival, Rede Globo. Após algumas negociações, é acordada a transferência de Gugu Liberato para a rede da família Marinho. Silvio Santos, por sua vez, insatisfeito com a situação, decide ir até o Rio de Janeiro, na sede do jornal O Globo. Lá, conversaria com o empresário Roberto Marinho, e para a surpresa de todos, pediria que o magnata voltasse atrás em sua decisão, liberando seu pupilo de volta para o SBT.

Fonte