Segundo afirmou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, na última quarta-feira (primeiro de junho), a partir de julho deve começar no Brasil a oferta do serviço de baixo custo para o acesso à internet banda larga. Na fase inicial do projeto, seis cidades poderão contar com a oferta de conexões de 1 megabit por segundo com taxa fixa de R$ 35 ao mês.

Informações da Telebrás dão conta de que as primeiras cidades a receber o serviço serão Anápolis (GO), Aparecida de Goiânia (GO), Santo Antônio da Descoberta (GO), Senador Canedo (GO), Samambaia (DF) e Recanto das Emas (DF). Segundo Paulo Bernardo, em pelo menos sete estados haverá isenção do ICMS, o que pode baixar o preço final da conexão para R$ 29,90.

Apesar dos avanços obtidos, os planos do Programa Nacional de Banda Larga de levar conexão rápida a 800 munícipios até o final de 2011 não serão cumpridos, devido a cortes de orçamento sofridos pela Telebrás. Para conferir mais detalhes, confira o artigo “Programa Nacional de Banda Larga não deve cumprir meta de 2011”.

Fonte: Tec Mundo