O fechamento pela Justiça de uma comunidade destinada a publicar fofocas sobre os moradores de Rio Branco inspirou a criação de outras páginas semelhantes no Acre. “Fatos e Babados de Rio Branco” foi criada há dois anos no Orkut para publicar, por perfis anônimos, notícias embaraçosas sobre os acreanos.
Na série lig@dos, o G1 vai mostrar como pessoas de diferentes locais se relacionam com a tecnologia. 

Na primeira etapa, mostraremos três cidades em diferentes estados da região Norte do país. Mande suas perguntas na área de comentários ao final da reportagem.

“Fatos e Babados chegou a ter mais participantes do que a comunidade oficial de Rio Branco”, afirmou o morador da cidade Davi Sopchaki, de 22 anos. Porém, depois que imagens eróticas de alguns usuários foram publicadas, uma denúncia registrada na Justiça tirou a comunidade do ar, segundo Sopchaki. A página ainda está disponível na rede social, mas não é possível publicar e nem editar nenhum conteúdo.

Fonte: G1 tecnologia